Região Nordeste

Encontro ocorreu após as lutas do dia 14 de março e serviu para apresentar as pautas dos atingidos no estado


Foi inaugurado na segunda-feira, 13 de março, o cemitério São Sebastião, na comunidade de Pedro Velho, no município de Aroeiras (PB), a 200 km da capital.

Nesta terça-feira, dia 14 de março, reunimos diversos Movimentos Sociais, Organizações Políticas e Sindicatos que deram exemplo de unidade e luta, através da construção da pauta “Privatizar faz mal à Bahia”, que traz em sua estrutura o debate do Projeto da Bahia que queremos.

Nós, movimentos sociais, sindicais, do campo e da cidade em marcha neste 15 de março de 2017, em dia de greve  nacional em defesa da educação  e contra o desmonte da previdência repudiamos a ação violenta causada por um indivíduo ainda não identificado durante o ato.

Em Jornada de Lutas, integrantes do MAB conversaram com a população sobre os malefícios do desmonte da previdência proposto por Temer


Atingidos protestam contra aumento da luz e má qualidade do serviço de energia elétrica no estado


Em atos nos municípios de Juazeiro, Santa Maria da Vitória e Salvador são cerca de 1000 pessoas mobilizadas

No dia 14 de março, atingidos se mobilizarão em três pontos do estado: Salvador, Santa Maria da Vitória e Juazeiro

Hoje (13) inicia-se em todo Brasil a Jornada de Lutas do Movimento dos Atingidos por Barragens. A data comemorada em forma de luta a nível internacional é um marco simbólico, visto que o dia 14 de março é o Dia Internacional de Lutas contra as Barragens.

Na ultima quinta feira (02), o  Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), realizou o lançamento do seu 8° encontro nacional, que ocorrerá no Rio de Janeiro, de 01 a 05 de outubro e contará com a presença de 5 mil atingidos por Barragens de todo Brasil.