Região Nordeste

Fruto do acampamento realizado na semana passada em Sobradinho (BA), na próxima quarta-feira (24) os atingidos pelas barragens de Sobradinho, Riacho Seco e Pedra Branca, e a direção regional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), serão recebidos em audiência pela diretoria da Companhia Hidroelétrica do São Francisco - Chesf, em Recife, na sede da empresa.

Cerca de 800 representantes de comunidades atingidas por barragens ocuparam nesta manhã (17) o escritório da Companhia Hidroelétrica do São Francisco - CHESF, em Sobradinho (BA). Eles reivindicam a paralisação imediata dos projetos de construção das barragens de Riacho Seco e Pedra Branca, que ameaçam cerca de 20 mil pessoas, e a suspensão do projeto de Transposição do Rio São Francisco.

Na noite de ontem, 15 de março, atingidos pelas barragens de Sobradinho, Itaparica, Riacho Seco e Pedra Branca iniciaram um grande acampamento em Sobradinho, na Bahia. No ato de abertura estiveram presentes autoridades e representantes de várias entidades, entre elas prefeitos, religiosos, militantes de movimentos sociais, sindicalistas e outros. Cerca de 500 pessoas participam da ação que faz parte da jornada do Dia Internacional de Luta contra as Barragens, comemorado no dia 14 de março.