Região Sudeste

Depois de mobilização organizada pelo MAB, Samarco pagará adiantamento de indenização e cartão subsistência, além de reformar as casas dos atingidos.

Desde o rompimento da Barragem de Fundão, de propriedade da Samarco Mineração S.A (Vale\BHP Billiton), em Bento Rodrigues, distrito de Mariana-MG, a Arquidiocese de Mariana tem se colocado ao lado dos atingidos e atingidas, motivando sua união e perseverança em sua organização e nas negociações coletivas a fim de terem garantidos seus direitos. Tem apoiado também iniciativas quem visem levar informação às famílias atingidas e ajudá-las a se organizarem na sua luta por justiça.

Sucessão de erros, atrasos e enrolação é tática da Samarco para negar direitos em Mariana e gastar menos com os atingidos.

A Horta Pública Comunitária e a Unidade Agroecológica da Prefeitura, no loteamento Manu Manuela, em São José de Imbassaí, receberam na manhã desta terça-feira (01/08) a visita de integrantes do Movimento dos Pequenos Agricultores (MAB) e do Movimento dos Atingidos por Barragens (MPA). A presença dos grupos na horta teve como objetivo a participação no mutirão que concluiu o plantio de hortaliças nos canteiros circulares da mandala e conhecer na prática o projeto realizado em Maricá.

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) participou na manhã de hoje (02) do lançamento do Caderno de Conflitos no Campo 2016. A atividade ocorreu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) o Caderno de Conflitos no Campo 2016.

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizou ontem (01) uma reunião com estudantes e professores de seis universidades públicas do Rio de Janeiro, à saber: UFRJ, UFRRJ, UFF, UNIRIO, FIOCRUZ e UERJ. O objetivo da reunião foi debater e preparar atividades universitárias rumo ao 8º encontro nacional do MAB que irá ocorrer na capital, de 1 a 5 de outubro.

Foi anunciada nesta sexta-feira (28), pelo Ministério de Minas e Energia, a suspensão temporária do edital do leilão das usinas hidroelétricas da Cemig, em Minas Gerais. O leilão estava previsto para o final de setembro deste ano e a venda das usinas causaria a perda de 50% da geração de energia produzida pela estatal. 

Há quase dois anos do desastre-crime sociotecnológico provocado pela Samarco e suas controladoras (Vale e BHP Billiton), a lama, considerada pelas empresas como inerte, avança. E avança com o auxílio dessas mesmas empresas e suas máquinas extremamente eficientes em violar direitos e interferir no cotidiano das pessoas.  Esta é a situação dos núcleos familiares que residem na Volta da Capela, localidade de Barra Longa/MG.

As diversas entidades e organizações presentes no lançamento do 8º encontro nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), no Rio de Janeiro (RJ), demonstraram apoio e confirmaram presença no Encontro que será realizado dos dias 1 a 5 de outubro de 2017. Sob o lema "Água e energia com soberania, distribuição da riqueza e controle popular", o movimento estima um público 4 mil pessoas, oriundas de todos os estados em que o MAB atua. Além disso, convidados e delegações de outros países também serão convidados para o encontro.

Com o gritosde ordem "Trabalhadores do campo e da cidade a lutar, por um projeto enérgetico popular", atingidos por barragens lançam na capital carioca o 8º encontro nacional do MAB