Região Sudeste

Para gerar divisão na comunidade, a empresa escolhe alguns atingidos para receber o auxílio financeiro e pede para que eles não contem sequer para os vizinhos. A outros entrega cesta básicas, uma ação degradante e absurda.

Na noite da última quarta-feira (10) garimpeiros e pescadores atingidos pela Samarco nas cidades de Rio Doce realizaram uma assembleia geral organizada pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

 

Fotos: Lidyane Ponciano

Em 5 de novembro de 2016 estaremos em Bento Rodrigues para reforçar que só a luta e a organização garante os direitos.

Jovens, produtores rurais e geraiseiros da cidade de Grão Mogol (MG), atingidos pela mineração e monocultura de eucalipto, iniciaram nesta semana a implantação do primeiro projeto de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS).  O projeto, firmado em 2015 entre a Fundação Banco do Brasil, BNDS e Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social (AEDAS), beneficiará 175 famílias no estado.

Quatro sindicalistas eletricitários foram detidos pela polícia, no Rio de Janeiro, quando exerciam seu direito à greve

 

da CUT-RJ

Acordo feriu o direito à participação de atingidos e dos governos municipais. Agora, mobilização continua para que as futuras decisões judiciais respeitem a vontade popular


Na manhã desta quarta-feira (08), estava prevista a votação do Projeto de Lei 3.312 de 2016, na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que institui a Política Estadual dos Atingidos por Barragens e outros Empreendimentos. Entretanto, a votação foi removida da pauta.

*da Página do MST 


Na manhã desta segunda-feira (9), mil famílias organizadas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ocuparam a fazenda Esmeralda, com sede em Duartina, interior de São Paulo, a fazenda é ligada ao vice-presidente Michel Temer (PMDB).

de Belo Horizonte

Foto: Mídia Ninja

Novo governo propõe leis que acabarão com licenciamento ambiental. Com esta fragilidade, tragédias como a da Samarco serão cada dia mais comuns

* por Edson Aparecido da Silva

A população do Estado de São Paulo foi surpreendida recentemente com a notícia de um aumento na conta d’água de 8,45% a partir do mês de maio, calculado com base na variação do IPCA no período de março de 2015 a março de 2016 que foi de 9,37%, descontando um fator chamado “fator de eficiência” de 0,94%, chega-se ao reajuste.