Região Sul

Após muitas lutas e reuniões desde o início de junho deste ano, finalmente os atingidos pelas enchentes do rio Iguaçu, no sudoeste do Paraná, estão sendo ressarcidos das perdas e danos ocasionados na época, quando mais de 300 famílias tiveram suas terras alagadas após a abertura das comportas da Usina Hidrelétrica de Salto Caxias, localizada no município de Capitão Leônidas Marques.

No dia de ontem (19), moradores do reassentamento Nova Conquista, município de Chopinzinho/PR, participaram de um ato público com a presença do prefeito municipal, secretário da agricultura, vereadores e representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e o Superintendente do INCRA Nilton Bezerra. Na oportunidade, foram entregues títulos para regularização fundiária do reassentamento.

Cerca de 300 manifestantes bloqueiam desde a manhã de hoje, quarta-feira (3), a BR- 163, na divisa entre a cidade de Realeza e Capitão Leônidas Marques, no sudoeste do estado do Paraná.

(Foto: Priscila Luparelli/ RPCTV)

Foto: Joka Madruga

“Perspectiva da indústria no Brasil, eletricidade e petróleo” foi o tema que abriu os trabalhos na manhã desta quinta feira (21), no Seminário sobre Política Energética da região sul do Brasil, que esta acontecendo em Florianópolis desde o dia de ontem (20).

Na ultima terça-feira (12), uma comissão com 150 trabalhadores e trabalhadoras da Via Campesina participaram de um Ato político com o candidato a reeleição ao governo do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), para a entrega do “Programa Camponês e Abastecimento Popular”

Da Página do MST


Organizações e movimentos sociais do campo e da cidade realizam nesta terça (12) e quarta-feira (13) mobilizações em oito rodovias do Paraná.

O objetivo principal é reivindicar ações concretas do poder público, chamando atenção da sociedade civil da importância de políticas estruturantes de consolidação e fortalecimento da agricultura familiar e camponesa, a Reforma Agrária e a agroecologia.

Nesta terça-feira (05/08), cerca de mil famílias de trabalhadores do Movimento do MST e do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB) ocuparam quatro fazendas nas regiões Norte, Sul e região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Município de Águas do Chapecó - Imagem da Internet

Mais de 300 atingidos ocuparam o canteiro da Usina Hidrelétrica Foz do Chapecó para cobrar do consórcio responsabilidades pelas enchentes que afetaram milhares de pessoas em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul no último mês.

Por Neudicléia de Oliveira*

A maior enchente dos últimos trinta anos na região norte e noroeste do Rio Grande do Sul e oeste catarinense traz consigo, além dos enormes problemas sociais e econômicos, outro debate: as barragens são as vilãs ou mocinhas desta situação?

Nos dias 03 e 04 de julho, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) realizou um encontro de formação com coordenadores e coordenadoras dos grupos de base no Rio Grande do Sul