Agrotóxicos

Desde 2008, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. As quantidades jogadas nas lavouras equivalem a cerca de 5,2 litros de veneno por habitante ao ano e, no entanto, o Brasil representa apenas 5% da área agrícola entre os 20 maiores países produtores agrícolas do mundo; ou seja, nossa produtividade não justifica nossa posição de “liderança” no ranking de uso de venenos.

Para o militante do MAB, a água ali tem dono, e o dono é o agronegócio   

O Perímetro Irrigado do Gorutuba é um empreendimento da Codevasf, gerido pelo Distrito de Irrigação do Gorutuba em parceria com o governo de Minas. Seu principal objetivo é o desenvolvimento da região, com ênfase na fruticultura irrigada e fortalecimento dos pequenos e médios produtores.       

Cerca de 200 pessoas participaram na sexta-feira (24) do ato de inauguração de uma unidade de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS), uma placa de aquecimento solar e uma cisterna. Esta é mais uma conquista do MAB, fruto de muitas lutas e da organização popular. A atividade ocorreu no reassentamento Santa Inês, em Chopinzinho, no Paraná.

Os entrevistados são todos conhecidos defensores dos venenos agrícolas, em sua maioria professores universitários, alguns dos quais com atuação direta junto a indústrias do ramo.

O IBGE divulgou no último dia 19 de outubro, um estudo sobre o saneamento básico no país. Nele, um fato soa um tanto quanto curioso: constata que os resíduos de agrotóxicos são a segunda principal fonte de contaminação das águas brasileiras, atrás apenas do esgoto sanitário.

A Campanha Nacional Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida realiza entre hoje (7) e quarta-feira seu II Seminário Nacional, em Brasília. O objetivo é continuar estudando e debatendo a problemática do uso dos agrotóxicos na saúde humana e no meio ambiente.

Amanhã (8), será realizado um ato público às 19h30, com militantes sociais e parlamentares, no Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindsep-DF).

Entre as pautas da Jornada de Lutas da Via Campesina está o combate aos agrotóxicos. Assim, durante a semana que vem, os movimentos do campo vão denunciar o uso abusivo de veneno na agricultura e os males que o consumo de alimentos contaminados causa à saúde das pessoas.

Trecho do documentário "O veneno está na mesa", do cineasta Sívio Tendler.

O agronegócio representa 15,6% dos estabelecimentos agrícolas, embora monopolize 75,7% da área agrícola. Este modelo é a combinação do moderno e do atrasado, onde o capital financeiro aplicado em grandes empresas avança com a depredação ambiental, trabalhadores mantidos em regime de semi-escravidão, concentração da renda e da riqueza, anistia das dívidas dos ruralistas a cada cinco anos e expulsão de milhares de famílias do campo.

Ouça o programa sobre este tema. Você também poderá fazer download para divulgação e veiculação.

Nesta Jornada Nacional de Lutas trabalhadores do campo e da cidade estarão debatendo e levando para a sociedade a campanha Nacional Contra o Uso de Agrotóxicos e pela vida.

Ouça o programa sobre este tema. Você também poderá fazer download para divulgação e veiculação.