Emboque

A empresa desistiu do empreendimento por causa da luta histórica do MAB em parceria com outras organizações que conseguiram o atraso da licença prévia, uma ação judicial no Ministério Público além de aprovação de leis municipais em Ponte Nova que proibiram a alteração da paisagem natural do rio e a supressão da vegetação

Foram sete dias de luta que permitiram o avanço na conquista da pauta local, que foi entregue à empresa na quinta-feira (22), e que fortaleceram a organização do Movimento dos Atingidos por Barragens na Zona de Mata de Minas Gerais.

A reunião ocorreu no acampamento Silvio Ziquita, que começou na terça-feira (20), às margens do lago de Emboque, em Abre Campo, Minas Gerais.

Atingidos por barragens fazem acampamento em Minas Gerais

 

Cerca de 50 famílias atingidas pelas barragens de Emboque e Granada, construídas na cidade de Abre Campo na Zona da Mata de Minas Gerais, começaram nesta terça-feira (20) um acampamento para denunciar a violação de direitos humanos na construção de barragens e reivindicar da empresa e do governo os direitos violados.