MPU

Para comemorar o dia da Mulher Negra, Sul Americana e Caribenha, que é celebrado hoje (25), o Movimento Popular Urbano (MPU) está está organizando diversas atividades no Sindicato da Alimentação de Erechim. que iniciaram às 14 horas, desta quarta – feira .

Graças às muitas mobilizações, as famílias do Movimento Popular Urbano (MPU) que estavam acampadas às margens da BR-153 conquistaram o direito à moradia.  Amanhã (14) elas receberão as chaves das novas casas, que ficam no bairro Capas Verdes, em Erechim (RS).

O objetivo do acampamento é animar a juventude para a transformação da realidade de exploração e desigualdade gerada pelo capitalismo, tendo como horizonte o Projeto Popular para o Brasil. Os jovens que vão participar da atividade são de diferentes regiões do Rio Grande do Sul.

Foram mais de 20 anos de espera. Finalmente, após muita luta e um intenso processo de organização, 40 famílias beira-trilhos organizadas no Movimento Popular Urbano (MPU), que moravam no Bairro Polígono 21 de Abril, em Erechim (RS), conquistaram o direito a uma nova moradia.

 

Aproximadamente 50 jovens organizados no Movimento Popular Urbano (MPU), participaram no último sábado (15) de encontro de jovens no Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Erechim, onde foram levantados os problemas que os jovens vivem na sociedade hoje. Estiveram presentes na atividade representações dos bairros Aeroporto, Progresso, Polígno, estudantes da Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) e militantes do Levante Popular da Juventude.