Petróleo

No próximo dia 13, movimentos sociais e sindicais ocupam a Avenida Paulista, em São Paulo, em defesa da Petrobrás, dos direitos trabalhistas e do Plebiscito Popular por uma Constituinte do Sistema Político. Atos também estão sendo organizados em outras capitais brasileiras. 


por Vanessa Ramos, da CUT SP

Foto: Antonio Cruz/ABr

A manifestação vai reunir sindicalistas, advogados, jornalistas, intelectuais, além da presença do ex-presidente Lula. 

da FUP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participará do ato "Defender a Petrobras é defender o Brasil", que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Federação Única dos Petroleiros (FUP) realizam nesta terça-feira, 24, às 18 horas, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no centro do Rio de Janeiro.

Estudantes organizados no Levante Popular da Juventude realizam, nesta quinta-feira (05), manifestação em defesa da Petrobrás, durante a 9ª Bienal de Cultura da União Nacional dos Estudantes, que acontece no Rio de Janeiro.

do Levante Popular da Juventude

Em nota, a Federação Única dos Petroleiros disse que essas denúncias de corrupção na estatal estão diretamente relacionadas com o intenso processo de terceirização em curso.

Ocupação do Ministério de Minas e Energia em outobro do ano passado, durante jornada de lutas em defesa do petróleo nacional

Movimentos sociais e sindicais que integram a Plataforma Operária e Camponesa para a Energia se posicionaram, nesta quinta-feira (26), favoráveis à medida tomada pelo governo federal, que transferiu diretamente para a Petrobrás quatro áreas do pré-sal. 

Dilma fortalece o Brasil no pré-sal

Contratação direta da Petrobrás para explorar reservas de 15 bilhões de petróleo atende à soberania e aos interesses nacionais

Foto: Joka Madruga

do Viomundo

Por João Antônio de Moraes, coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), e Vagner Freitas, presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT)

Foto: Agência Petroleira

Pedro Rafael Vilela,

de Brasília (DF)  

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) teme que a CPI da Petrobrás no Congresso mude o sistema de exploração do pré-sal brasileiro. O alvo seria o regime de partilha, criado pela lei 12.351/10, que determina a Petrobras como operadora única de todos os blocos de óleo e participação mínima de 30% nos consórcios que ganham licitação das reservas.

por Gilberto Cervinski, da coordenação nacional do MAB

Não temos dúvida nenhuma que o PSDB e DEM, articulados com a grande mídia e com o capital financeiro estadunidense, buscarão criar um clima de caos para tirar proveito eleitoral e as empresas públicas serão foco de ataques da direita. O tema da energia estará no centro destas disputas.

Entidades vão às ruas contra ofensiva da mídia e de partidos conservadores que tentam criar fatos para desmoralizar a Petrobrás e poder abrir caminho à privatização

Por Alessandra Murteira,

Da FUP