Acampamento dos atingidos por Belo Monte sofre reintegração de posse

Os atingidos por Belo Monte que estavam desde quarta-feira acampando em frente ao escritório da Norte Energia em Altamira sofreram reintegração de posse na manhã dessa sexta-feira (17). 


A Norte Energia utilizou o interdito proibitório contra o MAB para a ação.  "O interdito proibitório é um instrumento da época da ditadura, que as empresas donas das barragens vem utilizando para inibir protestos do MAB em praticamente todas as regiões do Brasil", afirma José Viana, da coordenação do MAB no Xingu. Os manifestantes acataram a ordem judicial sem resistência e desmontaram o acampamento pacificamente. A jornada de luta segue com a ocupação prédio da Casa de Governo.

Os atingidos são moradores de área permanentemente alagada na área urbana de Altamira e lutam para serem reconhecidos como atingidos pela Norte Energia. O Ibama determinou o cadastro socioeconômico da comunidade, mas a empresa afirmou que pretende recorrer na Justiça.