Banner-site_Belo-Monte

Acampamento por moradia segue firme na luta

'O descaso do Governo de nosso Estado pelo Oeste do Pará, particularmente aqui em nossa região, é muito grande. O Estado é totalmente inoperante. Os recursos que são repassados ao Estado não chegam ao povo'. Assim afirmou Cleide, representante da Casa de Governo, Altamira, durante reunião no Acampamento Novo Horizonte, em Brasil Novo. Esse desabafo é porque Orlando Barata, representante do Estado do Pará, assumiu compromisso por duas vezes de visitar o Acampamento e não veio.

Os moradores do acampamento esperam uma resposta do Estado sobre a regularização do terreno, ocupado desde janeiro do ano passado por 173 famílias.

As famílias aproveitaram a presença de Cleide para relatar problemas com a educação e a saúde. De acordo com Sandra, militante do MAB, a Escola Estadual Brasil Novo, ensino médio, está caindo aos pedaços. Disse ainda que a Norte Energia reformou a Escola Padre Leo, mas deixou muits pendências: 'a rede de água está junta da rede de luz, houve um choque e uma criança foi parar no hospital', disse. Quando à saúde, as famílias dizem que vão ao posto e ficam lá, desde madrugada, para pegar ficha. 'A gente espera e às vezes o médico nem vem', disseram. O único hospital que havia em Brasil Novo foi fechado no dia 30 de abril por problemas financeiros. 

Cleide assumiu de cobrar a efetivação dessas políticas públicas das autoridades competentes. 

Os acampados saíram muito animados e convencidos de que somente a luta fará avançar os direitos do povo. 'Vamos a Altamira, a Belém, onde precisar'.