Banner-site_Belo-Monte

Atingidos por Belo Monte ocupam Ibama há cinco dias

Os atingidos por Belo Monte da lagoa do bairro Independente 1 (Altamira-PA) organizados no MAB continuam firmes na ocupação do escritório especial do Ibama desde esta segunda-feira.

Eles exigem que o órgão cancele ou suspenda a licença de operação de Belo Monte até que a Norte Energia os reconheça como atingidos pela hidrelétrica. Também denunciam o aumento de doenças na região alagadiça em que vivem, que culminou na morte do morador Willian com dengue hemorrágica nesta semana.

A região da lagoa do Independente 1 não secou mais após a formação do reservatório de Belo Monte e é considerada pelo Ibama o principal vetor de poluição das águas do reservatório da barragem.

Mesmo assim, a Norte Energia se recusa a remover as famílias e recorreu à justiça contra uma simples determinação do Ibama para que realizasse um cadastro socieconômico para verificar se o inchaço populacional da área tem relação com a dinâmica da construção de Belo Monte e o aumento do custo da moradia em Altamira.

Os atingidos também cobram do governo federal que receba a coordenação da comunidade para encaminhar a solução para o problema.