Atingidos por binacional iniciam construção de PAIS

Agricultores que podem ser atingidos pela hidrelétrica binacional de Panambi, no município de Alecrim, Rio Grande do Sul, iniciaram nesta semana o programa de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS), projeto do MAB que visa à construção de hortas para a produção de alimentos saudáveis. 

 As famílias beneficiadas participaram coletivamente de um curso de capacitação técnica, na comunidade Barra do Santo Cristo, com o objetivo de impulsionar a implantação do projeto.

 A capacitação dos agricultores e a multiplicação das unidades do PAIS é mais uma conquista da luta dos atingidos por barragens. De acordo com Otavio Kolcheski, técnico do MAB, as famílias tiveram a oportunidade de aprender passo a passo a instalação da horta, utilizando o método de multirão que facilita o trabalho.

Serão construídas 25 unidades PAIS no município de Alecrim, das 800 unidades previstas para famílias atingidas em todo o país. 

 O PAIS consiste em uma horta circular com um galinheiro no centro e um pomar em torno. Com ele se produz hortaliças, frangos, ovos e frutas sem utilização de agrotóxicos e adubos químicos. A irrigação é feita por gotejamento, que utiliza a água de forma econômica e eficiente.