FUP: com aval do governo, Senado aprova projeto de Serra que tira Petrobras do pré-sal

Para trabalhadores petroleiros, votação configura crime de lesa pátria, renúncia à política de Estado no setor de petróleo e concessão de vez ao mercado.

FUP – O povo brasileiro sofreu na noite desta quarta-feira, 24, um golpe contra a soberania nacional, que coloca em risco uma das principais riquezas da nação. Com o aval do governo federal, o Senado aprovou o Projeto de Lei 131, do senador José Serra (PSDB-SP), que retira da Petrobras a função de operadora única do pré-sal e a participação mínima de 30% nos campos licitados, como garante a Lei 12.351/2010, que instituiu o regime de partilha.

Com 40 votos a favor, 26 contrários e duas abstenções, o projeto foi aprovado após ministros do governo Dilma fecharem um acordo com o PSDB e parte da bancada do PMDB a favor do substitutivo apresentado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR).

A ação acovardada do governo diante de um tema tão estratégico para o país poderá custar caro à nação e ao povo brasileiro.

Se o projeto de Serra passar pela Câmara e for sancionado pela presidenta Dilma, a Petrobras deixará de ser a operadora única do pré-sal e terá que se posicionar perante o Conselho Nacional de Política Energética se tem condições ou não de manter a exploração mínima de 30% em cada campo que for licitado.

Ou seja, o governo Dilma renunciou à política de Estado no setor de petróleo e sucumbiu de vez às imposições do mercado.

Para a Federação Única dos Petroleiros (FUP), é uma traição aos trabalhadores, aos movimentos sociais e a todos os setores da sociedade organizada que cerram fileiras em defesa da Petrobras e da soberania nacional, desde a campanha "O petróleo é nosso".

O povo brasileiro não assistirá de braços cruzados as multinacionais se apossarem da maior riqueza do país, que é o pré-sal.

Mais do que um crime de lesa pátria, o que aconteceu nesta quarta-feira no Senado, com o consentimento do governo, foi um ataque brutal à Petrobras, que, além de ter descoberto o pré-sal, já provou que é a única empresa que tem condições de desenvolver essa riqueza em benefício do povo brasileiro, gerando emprego e renda no país.

A FUP e seus sindicatos continuarão mobilizando a sociedade, junto com os parlamentares comprometidos com a soberania nacional, em defesa da Petrobras, do pré-sal e contra os entreguistas.