Reestruturação do setor elétrico, conflito e negociação na bacia do rio Uruguai

Orientador: 
Carlos Bernardo Vainer
Ano: 
2004
Tem por objetivo identificar e caracterizar algumas das repercussões do processo de reestruturação do setor elétrico na escala local, em especial, sobre a região da bacia hidrográfica do Rio Uruguai em função dos aproveitamentos hidrelétricos em implantação ali. A primeira parte trata do processo histórico de constituição do setor elétrico brasileiro desde os anos vinte até os anos noventa, quando se deu a “privatização” da Eletrosul, a empresa estatal que detinha a concessão e o monopólio da implantação de aproveitamentos hidrelétricos na bacia do Rio Uruguai e na região sul do Brasil. Na segunda parte, analisa-se alguns aspectos da negociação, inserção regional e viabilização dos aproveitamentos de Itá e Machadinho, como paradigma dos modelos o Estatal e o Privado, do setor elétrico.